Blog da Arivo

Como sua empresa pode se diferenciar de concorrentes maiores e mais experientes

Comentários

"Competição"

Os gurus de marketing dizem que você precisa saber qual é o diferencial de sua empresa. Com essa informação, você vai entender como enfrentar seus concorrentes. E conquistar clientes que dão valor para essas características que formam seu diferencial.

Mas se sua empresa está em um mercado com muitos concorrentes, que existem há muito mais tempo que você e têm muito mais recursos que você, encontrar um diferencial pode ser bem complicado. Você pode tentar ser o mais barato, um concorrente diminui o preço e seu diferencial já era. Você pode tentar ser o mais rápido, um concorrente pode investir mais dinheiro nisso e agora você é o segundo mais rápido e pouco depois pode perder essa posição.

O maior problema desse tipo de diferencial é que ele é quantitativo. O diferencial é um número que pode ser batido usando tempo ou dinheiro, que são duas coisas que uma empresa pequena e nova no mercado não tem.

A empresa menor pode tentar superar os concorrentes com alguma ideia genial, alguma forma diferente de trabalhar. E isso pode funcionar muito bem, mas não é algo com que pode se contar a longo prazo. Ideias boas podem ser copiadas e até aprimoradas, e por isso esse tipo de diferencial tem prazo de validade. Além do fato de que nem sempre uma tentativa de inovação vai trazer frutos e por isso você não pode contar com isso.

Por isso, além de diferenciais quantitativos e de diferenciais de inovação, você precisa investir em diferenciais qualitativos. Esse tipo de diferencial é mais difícil de alguém superar, porque depende muito mais da opinião de cada pessoa que tem contato com sua marca.

Mas diferencial qualitativo não necessariamente significa usar a mensagem de que seus produtos têm a melhor qualidade, porque isso já foi tão usado que as pessoas nem prestam mais atenção, como se fosse apenas ruído. A melhor forma de mostrar a qualidade é através das opiniões sinceras de seus clientes, ao invés de você mesmo afirmar que sua empresa produz os melhores produtos do universo.

Um diferencial qualitativo que você pode buscar é confiança. Muita gente já teve experiências ruins com empresas grandes que as deixaram na mão. Mesmo empresas que em comerciais de TV constroem uma marca que passa muita confiança, estão cheias de reclamações e processos na justiça, de clientes insatisfeitos. Confiança é um diferencial que você pode vender, mas que vai ter que construir aos poucos.

A confiança com seu cliente vai se construir a cada contato. No bom atendimento não só durante a venda, mas em todos os próximos contatos. E principalmente, estar disponível quando seu cliente precisar, quando tiver um problema que sua empresa pode resolver mesmo quando não tem a obrigação de fazê-lo. Uma empresa não precisa ser um gigante conglomerado para poder tomar essas atitudes.

O desafio de investir em confiança é que isso só vai fazer diferença no longo prazo, depois de muito investimento. Não adianta você dizer para uma pessoa que acabou de te conhecer que ela pode confiar em você. Só depois de muito tempo tendo a experiência de que você realmente é de se confiar, é que isso vai se tornar realmente associado à sua marca.

Diferenciais qualitativos não vão te trazer um monte de clientes em pouco tempo, são diferenciais que precisam ser pensados a longo prazo. Assim como usamos a estratégia de diversificar nossos investimentos financeiros, é preciso pensar em apostar em alguns diferenciais quantitativos e inovação para tentar trazer resultados rápidos mas são mais instáveis, ao mesmo tempo em que investimos em diferenciais qualitativos, que podem demorar para dar algum retorno, mas podem ter efeitos de duração muito mais longa.

Comentários